quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O que todo mundo merece




O que todo mundo merece é passear sem destino
Um dia de sol lindo
Uma boa companhia
Alguém para conversar
Dar boas risadas de si e dos outros
Não levar maldades no coração
Ser feliz com o que se tem.

O que todo mundo merece é ter sorte
Sorte de viver uma vida sem segredos
E se estes existirem que sejam bons segredos,
daqueles que a gente só conta para aqueles que torcem pela gente
Sorte de alcançar os maiores desejos
De abraçar alguém e sentir que o mundo está em paz e que não há hora melhor do que este momento.

O que todo mundo merece é banho de chuva
Passeio com os amigos
Ida ao cinema
Conversa jogada fora
Ouvir as melhores canções
Comprar um novo cd, dvd ou um novo livro
E acreditar que a vida é imitada nas grandes obras de ficção.

O que todo mundo merece é receber um abraço
Daqueles em que parece que o ar vai faltar
Em que os corpos se unem
Em que os corações passam a bater no mesmo compasso
E que num instante as palavras somem da boca, porque nem elas saberiam expressar ou traduzir tal sensação.

O que mais todo mundo merece?
Se não a vida que cada um escolhe pra si
Nada a ver com riquezas
Belezas vazias
Solidão...
A vida que realmente vale a pena, mas que nem todo mundo sabe dar o verdadeiro valor.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Como folha de papel



Imagem: Diguits

Como folha de papel em banco
Reescrevo meu novo capítulo
Sem idéias de que tipo de história posso contar
Se serei moça ou bandida
Ou se eu serei algo mais que uma simples pessoa perdida

Como uma folha de papel eu encaro a vida
Arte de reinventar um cotidiano
De reescrever a vida e movimentar o mundo
Um mundo criado só para mim
Diante de um jardim que me acolhe a qualquer momento

Uma folha de papel ofício, com direito a ter lápis e borracha
Para tentar apagar as marcas de outros capítulos mal escritos
Marcas que nunca se vão
Algumas já esquecidas ou envelhecidas pela ação do tempo

Folha de papel perfumada
Tal qual papel de carta que colecionava quando era criança
Época boa da vida, sem preocupações descabidas
Sem o sentimento de ilusão

Não posso passar a limpo a vida que quero pra mim
Só posso reinventar caminhos quando eu os percebo sem saídas
Não posso voltar atrás
Só posso limpar as feridas e seguir adiante
Não posso evitar as lágrimas
Só posso secá-las e seguir sorrindo

Como uma folha de papel eu posso deixar mensagens por toda minha vida
Mensagens de amor...
Mensagens de paz...
Agradecimentos, esperanças e alegrias.

sábado, 19 de setembro de 2009

Vontades



Imagem: Luis Montemayor

Há dias em que a gente tem “vontade de nada”. Um dia daqueles em que coisa alguma nos preenche e que ficamos sem rumo...uma simples vontade de nada. E esse anseio deixa a impressão que estamos sem forças e que os acontecimentos lá fora estão passando rapidamente, tornando tudo muito difícil de acompanhar neste ritmo desenfreado. Nesses momentos queremos o tudo e o nada simultaneamente: queremos o concreto ou o abstrato; queremos uma vontade passageira ou um desejo profundo; o doce ou o salgado.

Nos meses de nada o universo ao redor fica sem cor, como se tudo perdesse um pouco de sua graça. Não é tristeza é simplesmente a vontade de nada. Não se quer sair lá fora, a inspiração é pouca, interagir dá preguiça e comentar o que se passa nesse universo tão particular está fora do planejado.

A vontade é de perder parte da memória. Apagar missões fracassadas, abortar pensamentos velhos encontrar a verdadeira paz dentro de si. Se o corpo é o nosso templo sagrado é preciso que haja um pouco de serenidade e um oásis dentro deste mesmo templo singular.

Sorte que essa vontade dá e passa. Que não somos invadidos por ela todos os dias da semana e nem todos os meses. É que nos dias de sol a vida nos parece mais colorida como ela realmente deveria ser sentida cotidianamente. Quando esse jeito de sentir a nossa existência se muda de nossas mentes e sentidos, a gente entende o tempo e os caminhos que devemos seguir.

São milhares de questionamentos, mas todos com respostas que estão somente dentro de nós. Sempre haverá aquela situação em que nos sentiremos “nadando contra a corrente só pra exercitar” como dizia Cazuza. Mas é que cada um tem sua crença, suas vontades e seus sonhos tão fortes, que não segui-las seria como assassinar-se ou machucar-se de uma forma muito dolorosa. Por isso, não tema sua vontade de nada, pois como já dizia minha avó e hoje me diz minha mãe, nada como um dia após o outro.

domingo, 13 de setembro de 2009

Desfrute o presente

Imagem: Photos8

Aproveite o presente
seja feliz da sua maneira
sorria, brinque, pule e dance
não olhe para atrás

Aproveite o que tiver para o dia de hoje
à primeira vista pode parecer que tudo seja igual,
mas de qualquer forma o presente
é o melhor momento que temos

Desfrute o tempo do agora
abrace e beije
ame e perdoe
descubra novas sensações,
novos grupos e maneiras de se comportar

Perceba a felicidade
pequenas partículas que compõe o todo
provindo de encontros e alguns desencontros
oportunidades...
e é desse presente que nasce uma porção de coisas

Desfrute com o presente o nascimento do futuro
o esquecimento do passado
o resgate de grandes amizades
que por algum motivo ficaram suspensas no tempo
a percepção de novos sentimentos
e a gana de abraçar a tudo de novo que a vida lhe oferta em cada segundo.

domingo, 6 de setembro de 2009

Esperar da vida

Imagem: Lilith Ecate


O que eu espero da vida
é um algo mais inesperado
um presente...
espero bom tempo
espero sorte
sonhos e encontros

O que eu espero da vida
não conto a ninguém
desejo profundamente
luto constantemente

Não espero, eu batalho
luta (des)armada sem fim
com perdas e dores
sentindo as feridas e adquirindo cicatrizes

O que eu espero da vida
pode ser que não ocorra
mas não há no mundo quem não espere algo
e eu continuo esperando...
conquistando ou retornando sem nada nas mãos

Nestas mãos vazias trago toda a esperança
e no rosto o sorriso que a dor ainda não me arrancou
o mesmo que ilumina meu próprio caminho
e encanta aos que me enxergam além desta armadura cotidiana

O que espero da vida
não posso comprar
objetivo sem explicação
constante transpiração

Não espero o "mais"
mas não quero o "menos"
quero o "inteiro"
nada pela metade
quero o verdadeiro
não quero mentiras ou falsidade
quero o amor e não a banalidade

O quero da vida é somente a alegria
dias de esperança
concretizações sem fim
meus olhos brilhando
meu coração em festa
a vida me esperando todos os dias de braços abertos
e um sentimento bom e inesperado
se tornando concreto dentro mim.